A Câmara Municipal de Teresina aprovou, nesta semana, o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2016. A PLOA estima a receita e fixa a despesa do município para o exercício financeiro de 2016. As áreas da saúde e da educação figuram como prioritárias.

 

De acordo com a lei, a receita total para o próximo ano é de R$ 2.976.294.001. Desse total, 42,70% referem-se a recursos próprios da administração municipal. O restante refere-se a recursos oriundos de outras fontes, destinados a projetos e atividades específicas.

 
Áreas prioritárias da peça orçamentária, saúde e educação terão, juntas, R$ 554.671.163 em recursos próprios do município. “Essas são áreas prioritárias para a administração, contempladas também com outras fontes de recursos, por estarem diretamente ligadas à qualidade de vida da população”, afirma o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim.

 

O orçamento atende também às demandas dos vereadores. Ao PLOA, foram incluídas emendas parlamentares, destinando recursos para áreas do Meio Ambiente, Transporte Eficiente, Juventude e Mulher.

 

O PLOA 2016 foi elaborado levando em consideração a execução orçamentária de 2014 e a do primeiro semestre de 2015, bem como a projeção da Receita para 2016.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).