Print

Os contribuintes de Teresina já podem tirar os carnês para pagamento do Imposto Territorial Predial Urbano (IPTU) pela internet. A medida foi adotada pela Prefeitura para proporcionar comodidade aos consumidores e também como uma alternativa para o atraso na entrega dos carnês, devido a greve dos Correios.

Para ter acesso ao valor do IPTU, o contribuinte deve acessar o seguinte endereço eletrônico: http://iptu.teresina.pi.gov.br/dsf_iptu/ . Para gerar o boleto, é necessário ter em mãos apenas o número da inscrição do imóvel. O sistema possibilita que o teresinense possa optar pelo pagamento a vista ou parcelado em até seis vezes, sendo que o valor da parcela não pode ser inferior à R$10.

Quem optar pelo pagamento em cota única, o desconto é de 10% do valor, se for pago até a data de vencimento, que é de 10 de abril, mesmo prazo para o pagamento da primeira cota para quem optar pelo pagamento parcelado. “Tivemos problemas na entrega dos carnês devido a greve dos Correios, mas resolvemos disponibilizar os carnês por meio da internet e qualquer contribuinte pode já ter acesso ao valor e efetuar o pagamento, podendo se programar, sem esperar a chegada dos carnês”, explicou o secretário municipal de Finanças, Admilson Lustosa.

Segundo o secretário, a Prefeitura lançou 291 mil carnês, que totalizam R$67 milhões a serem arrecadados. “Prevendo a inadimplência, estamos com a expectativa de receber cerca de R$51 milhões”, contabiliza. O IPTU é um investimento que o cidadão faz na cidade. É através dele que a prefeitura arrecada os recursos necessários para realizar os investimentos de urbanização, saneamento, educação, saúde e outros.

Pela lei municipal 3.606/2006, estão isentos do pagamento do IPTU os proprietários de imóveis residenciais cadastrados com valor venal de até R$31.755, quando o proprietário nele resida ou não possua outro imóvel no município. Cerca de 90 mil imóveis estão beneficiados com a isenção este ano. A mesma lei estabelece ainda a isenção do pagamento do imposto os servidores públicos municipais ou servidor público da Câmara que possua um único imóvel residencial com valor venal de até R$74.095,00, quando nele reside, e desde que não possua outro imóvel no Município.

Portadores de câncer ou Aids, imóveis de preservação ambiental ou beneficiados com a lei de incentivos fiscais também estão isentos do pagamento do IPTU. A concessão do benefício, nos casos relacionados acima, depende do cumprimento das condições estabelecidas e da formalização de requerimento por parte do interessado.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).