Os contribuintes quem possuem débitos junto à Prefeitura de Teresina têm até amanhã (30) para renegociá-los através do Programa de Pagamento Incentivado (PPI). As renegociações podem ser feitas pelo site http://ppi.teresina.pi.gov.br ou em uma das Centrais de Atendimento ao Público.

 
O PPI pretende reduzir a inadimplência de alguns tributos, como IPTU, ISS, ITBI e Taxas. Os descontos em multas e juros podem chegar até 100%, caso o contribuinte opte pelo pagamento único. Para quem desejar fazer o pagamento parcelado, o desconto poderá ser de até 80%. O desconto varia de acordo com o número de parcelas escolhido pelo contribuinte, que pode chegar a 90 meses. A parcela não pode ser inferior a R$ 50,00 para pessoa física e R$ 100,00 para pessoa jurídica.

 
“Atualmente, quem está inadimplente tem que pagar multa de mora 0,33% ao dia e 1% de juro de mora ao mês, atualização monetária e os honorários advocatícios, caso esse crédito seja inscrito em dívida ativa. Com a lei, o contribuinte vai ter uma condição mais vantajosa de quitar”, lembra Alexandre Castelo Branco, lembrando que os contribuinte possuem até amanhã para procurar a Prefeitura e fazer a renegociação.

 
As negociações de débitos junto à prefeitura de Teresina podem ser feitas pela internet ou em uma das Centrais de Atendimento ao Público. Para fazer a negociação pela internet, o contribuinte deve acessar o site http://ppi.teresina.pi.gov.br e ter em mãos o número da inscrição municipal, em caso de imóvel. No caso de empresas, é preciso ter ainda o número do CPF do responsável legal. Pela internet, é possível ainda simular o valor dos descontos e parcelas.

 

 

Confira onde renegociar:
Unidade de Atendimento ao Público Centro
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3234-0300
Unidade de Atendimento ao Público Leste
Avenida João XXIII, 2715 – São Cristovão – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7870
Divisão de Cobrança Administrativa
Rua Álvaro Mendes, 860 – Centro – Teresina – Piauí | Telefone: (86) 3215-7549

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).