Em reunião realizada hoje (12), técnicos da Prefeitura de Teresina discutiram as oportunidades de otimização de gastos do poder público municipal para o ano de 2016, durante atividade da frente de redução de despesas do programa de aprimoramento da gestão pública Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável (Juntos).

 

Segundo o secretário municipal de Finanças, Jalisson Hidd, o desafio da frente de redução de despesas é implementar uma sistemática de gestão de despesas em todas as secretarias e órgãos municipais e suas unidades.

 

“Essa é uma das etapas mais importantes do programa e exige o engajamento de todos Com essa nova fase, a Prefeitura deverá reduzir as despesas sem prejudicar a qualidade dos serviços e as obras públicas. O trabalho agora é, a partir da análise das principais despesas da administração municipal, identificar as oportunidades de economia, com foco na otimização dos gastos públicos”, comentou Jalisson Hidd.

 

O secretário explicou que as despesas foram agrupadas em pacotes, de acordo com a sua natureza, e foram identificadas as oportunidades de economia: “Equipes de 13 secretarias e órgãos municipais  analisaram detalhadamente as principais despesas, com o auxílio de consultores da Falconi, conhecendo os fatores geradores desses gastos, definindo indicadores de desempenho e estabelecendo comparativos entre unidades com o mesmo perfil e boas práticas de mercado. Agora, começaremos o trabalho mais complexo, que é o de validar as metas traçadas e engajar os servidores para, num trabalho conjunto, alcançarmos o que estamos propondo. Na frente de receitas, iniciada há um ano, nós conseguimos fazer com que a receita própria do município passasse de 28% de toda a receita para 31%. Esperamos ter êxito também agora, na frente de despesas, iniciada há um mês”, completou Jalisson Hidd.

 

Para o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim, a reorganização dos gastos públicos é muito importante, principalmente diante do cenário econômico nacional.

 

“Ano passado, vislumbrava-se que o ano de 2015 seria difícil, do ponto de vista econômico, mas com perspectivas de melhora no final do ano. Essa expectativa foi frustrada e o ano de 2016 não apresenta um bom cenário. Diante desse quadro, torna-se ainda mais importante otimizar os gastos públicos, vez que toda economia retorna como benefícios à população. A meta é economizar, em 2016, cerca de R$ 25 milhões, em diversas áreas da administração municipal. O foco dessa economia é manter ou melhorar a qualidade dos serviços, com menores custos”, ressaltou Washington Bonfim.

 

A reunião de hoje (12) integra a frente de redução de despesas do programa de aprimoramento da gestão pública Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável (Juntos).

 

Juntos

 

O programa de aprimoramento da gestão pública Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável (Juntos) é liderado pela organização da sociedade civil Comunitas e é desenvolvido em 12 municípios brasileiros, com o objetivo de desenvolver uma governança compartilhada a fim de obter resultados positivos para a cidade e para a gestão pública.

 

As frentes de aprimoramento de receitas e de redução de despesas do Juntos são desenvolvidas por meio de parceria com a consultoria especializada Falconi.

 

O consultor da Falconi, Davi Pereira, explicou que a frente de despesas está na fase de planejamento: “Essa fase compreende, desde a análise das despesas e a identificação das oportunidades de economia, até a elaboração do plano de ação. Depois, passaremos a executar o plano e fazer o monitoramento e controle dos dados, acompanhando o alcance das metas”, encerrou.

 

 

 

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).