Pagamento do 13º dos servidores municipais injeta mais de R$ 35 milhões na economia

Os servidores da Prefeitura de Teresina recebem nesta segunda-feira (16) a segunda parcela do 13º salário. Com o pagamento do benefício, mais de R$ 35 milhões estão sendo injetados na economia da Capital e devem aquecer o comércio neste fim de ano.

“Ao todo, a Prefeitura de Teresina pagou, ao longo de 2019, cerca de R$ 90 milhões de 13º salário para os seus servidores. Deste total, em torno de R$ 37,6 milhões, referentes à primeira parcela do benefício, já foram pagos no mês em que o servidor entrou de férias e agora foi feito o pagamento da segunda parcela aos mais de 24 mil servidores municipais”, destaca o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura.

Este ano, mais uma vez, a Prefeitura de Teresina antecipou o pagamento do 13º salário, que estava agendado para ser depositado apenas no dia 20 de dezembro. Para o secretário municipal de Finanças, Francisco Canindé, essa antecipação reforça o compromisso da gestão municipal com o bem-estar dos servidores.

“Já é uma tradição da gestão do prefeito Firmino Filho respeitar o calendário de pagamentos estabelecido no início de cada ano, e, sempre que as finanças permitem, esse pagamento é antecipado. Este ano não foi diferente. Além de honrar esse compromisso com o nosso servidor, é um montante importante a movimentar o comércio e a economia local”, finaliza.

Prefeitura de Teresina anuncia antecipação do pagamento do 13º salário

A Prefeitura de Teresina vai antecipar o pagamento do 13º salário dos servidores do município. O benefício, que estava agendado para ser depositado no dia 20 de dezembro, será antecipado para a próxima segunda-feira, dia 16, aos mais de 24 mil servidores do município, entre efetivos, aposentados, pensionistas, comissionados e substitutos.

Segundo o secretário municipal de Finanças, Francisco Canindé, essa antecipação reforça o compromisso da gestão municipal com o bem-estar dos servidores. “Já é uma tradição da gestão do prefeito Firmino Filho respeitar o calendário de pagamentos estabelecido no início de cada ano, e sempre que as finanças permitem, esse pagamento é antecipado, e este ano não foi diferente. Além de honrar esse compromisso com o nosso servidor, é um montante importante a movimentar o comércio e a economia local”, pondera.

De acordo com o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, o pagamento do 13º salário vai injetar mais de R$ 35 milhões na economia da Capital, valor referente à segunda parcela do benefício. “Ao todo, a Prefeitura de Teresina pagará, ao longo de 2019, cerca de R$ 90 milhões de 13º salário para os seus servidores. Deste total, em torno de R$ 37,6 milhões, referentes à primeira parcela do benefício, já foram pagos no mês em que o servidor entrou de férias e agora vamos fazer o pagamento da segunda parcela aos mais de 24 mil servidores municipais”, finaliza o gestor.

Prefeitura antecipa pagamento do 13º salário dos servidores municipais

A Prefeitura de Teresina vai antecipar o pagamento do 13º salário dos servidores públicos municipais. Previsto para ser depositado no dia 20 de dezembro, conforme divulgado pela tabela de pagamento 2018, o benefício será repassado aos servidores já no dia 18 de dezembro.

Segundo o secretário municipal de Finanças, Francisco Canindé, a antecipação do pagamento reflete a organização financeira da gestão do prefeito Firmino Filho. “Preocupado em sempre proporcionar um fim de ano mais tranquilo para os servidores municipais, o prefeito Firmino Filho decidiu antecipar o pagamento do 13º salário para o dia 18 de dezembro. Esta antecipação é fruto da organização financeira do Município que, mesmo em anos de crise, tem agido de forma responsável para continuar honrando seus compromissos com os servidores e com a cidade de Teresina”, destaca.

Ao todo, devem ser injetados na economia da cidade cerca de R$ 35 milhões. Este montante, de acordo com o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, é referente ao pagamento da segunda parcela do benefício, tendo em vista que a primeira parte é repassada aos servidores no mês em que eles gozam férias. “Esta quantia beneficia não apenas o servidor como o próprio comércio, pois com maior poder de compra, a economia se movimenta e a cidade cresce proporcionalmente”, pondera.